Yorkshire Terrier: Absolutamente tudo sobre a raça desse cachorro

Apesar de o seu nível de energia ser alto, o Yorkshire é uma ótima opção para quem mora em apartamentos.

O Yorkshire Terrier surgiu na Inglaterra e foi resultado de diversos cruzamentos inter-raciais, até atingir as características que apresenta atualmente. Tudo aconteceu no final do século XI, quando os servos ingleses obtiveram permissão para criar cães, contanto que não os utilizassem para caça. Para isso, eles deveriam ter o tamanho inferior a um aro de 7 polegadas. E foi aí que iniciaram os cruzamentos a fim de obter cães cada vez menores. É um dos cães miniaturas favoritos para os lares e ideal para pessoas que moram em apartamentos.

 

A raça chegou à América em 1880 e foi por volta de 1900 começaram os esforços para criar cães cada vez menores. Hoje, a raça segue um padrão, cujo peso pode chegar até 3,1kg.

 

Raça: Yorkshire Terrier

 

Informações da Raça Yorkshire Terrier

 

Principais características: Sua pelagem tem aspecto macio e lembra cabelos humanos e coloração castanho-dourado escuro, mesclado com pelos escuros. O Yorkshire se adapta bem a ambientes com crianças, pois é paciente. É um cão dócil e cheio de energia, alertando para qualquer movimento estranho no ambiente. Porém, assim que o dono da casa demonstrar que a pessoa que chegou é conhecida, ele abanará o rabinho por ter ganhado um novo amigo. Também adoram brincar e nadar.

 

Doenças comuns: Devido à estrutura pequena, o  Yorkshire podem apresentar problemas ósseos e nas articulações. Hérnias e tártaro nos dentes também são problemas que podem acometer integrantes dessa raça. Dentre outros problemas, estão a hidrocefalia e a queda dos pelos. É importante manter sempre as vacinas em dia para evitar infecções por doenças contagiosas como a raiva, por exemplo.

 

Banho e tosa: É recomendado o banho do Yorkshire quinzenal, e o uso do secador para garantir que não acumule água na raiz dos pelos. Não é recomendado tosar o seu Yorkshire. Faça somente a tosa higiênica, e caso queira, apare os pelos para que fiquem parecidos com o de um filhote.

 

Cuidados com os pelos: Para evitar que solte muitos pelos no Yorkshire, é recomendado alimentá-lo bem, evitando comidas que não sejam apropriadas para cães. A escovação dos pelos deve ser diária, para que a pele possa respirar e manter-se livre de parasitas.

 

Filhote: como cuidar – É recomendado que o filhote de Yorkshire seja amamentado por 30 dias. Você também precisará protegê-lo do frio e cuidar da moleira, que se fecha em até 3 meses.

 

Alimentação: A ração seca supre todas as necessidades. O ideal é a ingestão de 210 a 240 calorias diárias. É necessário também ficar atento à manutenção do cálcio em seu organismo, já que os ossos são frágeis e necessitam desse nutriente em maior quantidade.

 

Como adestrar o filhote: O Yorkshire é uma raça amigável e que aceita bem o adestramento. Cerca de 10 a 20 minutos de treino por dia são suficientes para o seu cãozinho. Não se esqueça de dar um agrado sempre que ele apresentar uma evolução.

 

Filhote preços: Um filhote Yorkshire Terrier pode variar entre R$1.000,00 e R$4.000,00.

 

 

Comentários