Queimadura em cães: Saiba como socorrer o animal em caso de queimaduras

Queimadura em cães: Saiba como socorrer o animal em caso de queimaduras

Acidentes com queimaduras em animais são mais frequentes do que podemos imaginar. As principais causas são o contato com superfícies quentes (asfalto, pisos ou metais expostos ao calor), com o fogo e com substâncias químicas e as queimaduras decorrentes de descargas elétricas. Também é comum que aconteça algum acidente enquanto o seu pet fica em volta do fogão esperando o jantar sair e acabe caindo gotas de óleo quente ou água fervente. E o socorro do dono ou tutor é primordial para evitar que a queimadura se transforme em uma ferida mais séria.

Na hora dos primeiros socorros, é importante lembrar de JAMAIS aplicar na ferida óleos, pastas de dente, cremes e quaisquer outras substâncias que não sejam de uso médico e veterinário. Esses produtos podem infectar e contaminar a região queimada, piorando o processo de cicatrização e causando mais dor ao seu animal. Corra para pegar o seu kit de primeiros socorros e, enquanto pede que outra pessoa ligue para o veterinário ou para o hospital veterinário mais próximo para pedir orientações, realize os procedimentos que descreveremos a seguir.

Importante: coloque um par de luvas cirúrgicas antes de manipular o ferimento e nunca tente remover sujeiras ou a pele queimada. Deixe que um profissional veterinário realize qualquer procedimento necessário.

Leia mais sobre Emergência em cachorros: 10 itens que não podem faltar em seu kit de primeiros socorros de seu pet

1ª passo: higienizando a ferida e aliviando a dor

higienizando a ferida e aliviando a dor

A região queimada deve ser lavada com água – de preferência gelada – em abundância – ou com soro fisiológico. A água e o soro não apenas têm a função de limpar a ferida, mas são importantes para baixar a temperatura da pele. Caso a queimadura tenha sido causada por óleo ou substância química, lave a ferida até limpar todos os resquícios do agente.

2º passo: avaliando o grau da queimadura

Após o alívio imediato, cerifique-se qual o grau da queimadura, que vão de 1 a 4:

Queimaduras de 1º grau: a pele fica vermelha e sensível;

Queimaduras de 2º grau: formam-se bolhas na superfície da pele afetada;

Queimaduras de 3º grau: o calor ou a substância química lesionam a pele e a hipoderme, atingindo parte do tecido adiposo;

Queimaduras de 4º grau: no grau mais severo, a queimadura destrói a pele e pode chegar até os ossos.

As queimaduras de primeiro e segundo graus são as mais comuns em cães e gatos, mas devem ser tratadas rapidamente para evitar que se estendam.

3º passo: protegendo e hidratando a região queimada

protegendo e hidratando a região queimada

Após limpar a ferida, envolva o local com um pano limpo ou com gaze. É importante se certificar que o tecido do pano não é felpudo e que não solta fiapos, e nunca utilizar algodão, uma vez que esses tipos de fibras podem deixar partículas na ferida. Enrole o tecido escolhido gentilmente, e nunca aperte a região afetada. Quando a pele queima, ela perde sua camada protetora que evita a perda de água. Por isso, é essencial hidratar a área afetada constantemente, umedecendo o pano frequentemente e trocando conforme ele esquenta.

4º passo: aplique o Gel

aplique pomadas

Se a queimadura for de primeiro ou segundo graus, é aconselhado passar uma pomada tópica antibiótica no local, que vai ajudar a pele a se recuperar. Para que a queimadura seja tratada adequadamente, corte os pelos ao redor da ferida com uma tesoura sem pontas.

Conheça o Gel Propovets

5º passo: procure orientação profissional

Mesmo que as queimaduras sejam superficiais, é importante ligar para o veterinário de sua confiança para pedir orientações sobre o curativo e a pomada mais indicada. Caso a queimadura seja de terceiro ou quarto graus ou se seu animal apresentar sinais de desânimo, febre ou muita dor, procure um veterinário imediatamente.

6º passo: cuide do seu pet com amor e carinho

Para se recuperar com boa saúde, seu animal precisa de alimentação reforçada, repouso em local limpo, trocas constantes de curativo e medicação adequada.

Como evitar acidentes e queimaduras em casa

Para evitar acidentes com queimaduras, siga as dicas a seguir:

Evite que seu animal circule perto do forno, do fogão, de churrasqueiras ou lareiras;

Não leve seu pet para passear em horários de pico de temperatura, principalmente no verão. Para saber se o asfalto e/ou calçada estão quentes demais para eles, faça o seguinte teste: tire o seu calçado e pise no chão. Se estiver muito quente para você, significa que também estará para seu animal;

Não deixe produtos de limpeza e substâncias perigosas em locais de fácil acesso ao seu pet;

Certifique-se de que sua casa não possui fios descampados ou tomadas abertas ao alcance do seu animal.

Para que você consiga realizar os procedimentos adequadamente, é essencial manter um kit de primeiros socorros para o seu pet em um local acessível. Confira nosso artigo especial e veja quais são os 10 itens que não podem faltar no seu kit!

Veja a lista de Clínicas Veterinárias  24 horas e ou Hospitais Veterinários mais próximos de sua casa

Comentários