Dicas para um banho e tosa eficiente e tranquilo para os animais

Dicas para um banho e tosa eficiente e tranquilo para os animais bicho maps

Inegável a relevância do banho e tosa para o animal de estimação, não concorda? Mais que um apelo estético para deixá-los perfumados e com a pelagem macia, são serviços que agregam variados benefícios ao pet também, sabia?

Primeiramente, por questões higiênicas, para mantê-los limpos. Mas é digno de menção também o fator preventivo, pois o banho e tosa ajudam a evitar a proliferação de bactérias.

Existem, ainda, outras vantagens em manter a regularidade de ambos os serviços na rotina dos seus animais de estimação. E isso, além de algumas dicas para não fazer desse momento uma tortura para o pet, nós veremos ao longo deste artigo. Acompanhe!

A importância em realizar o banho e tosa

Como mencionamos, existem condições higiênicas e preventivas que explicam bem a relevância da regularidade. Vale observar também que, em dias mais quentes, a pelagem pode incomodar demais o animal.

Com os pelos curtos e rentes ao corpo, a sensação de calor é menor. E, caso o cliente resista à ideia, compare um banho de sol na praia, mas com um espesso casaco sobre o corpo. É similar, e não faz bem algum para o organismo ao tentar se refrescar.

Só que é menos prático convencer um cãozinho, por exemplo, desses benefícios no banho e tosa. Por isso, você, como profissional, tem que estar de prontidão para analisar os motivos para o medo do animal de estimação e, assim, contornar a situação da melhor maneira.

Motivos para o medo desse tipo de serviço

O motivo principal para isso é que a tosa, embora benéfica, não é natural. Com isso, os animais sentem medo, vontade de fugir e até mesmo se defender. Animais, em geral, possuem temperamentos distintos e cada um vai reagir de uma maneira peculiar.

Abaixo, selecionamos alguns dos principais motivos que causam desconforto nos animais de estimação só de ouvirem falar em banho e tosa:

  •         São deixados nas mãos de desconhecidos, que os manipulam — o que pode gerar desconfortos;
  •         O barulho incômodo produzido pelos sopradores, ao secá-los;
  •         O local onde ocorre o banho e a tosa pode fazer com que se sintam intimidados.

Esse conjunto de novidades pode causar estranhamento ao animal de estimação nas primeiras vezes. Por isso, o atendimento em domicílio é uma boa maneira de enfraquecer a resistência do animal.

Afinal de contas, o serviço será feito em um ambiente familiar a ele, com cheiros característicos. Quando o profissional já teve um contato prévio com o animal, a confiança é ainda maior.

Só que existem outras dicas que podem ajudar a reforçar um comportamento positivo ao realizar o banho e tosa.

Dicas para acalmar o animal de estimação

Caso você preste o serviço em sua casa, é importante que o animal de estimação vá algumas vezes e seja apresentado ao local. Mostre os instrumentos, deixe-o cheirar e se acostumar ao ambiente. Oferecer petiscos é uma boa solução também para gerar confiança.

Um carinho em forma de massagem também pode relaxá-lo, para que ele se sinta confortável e seguro em sua presença. Agora, se o bichinho possui algum tipo de aversão ao serviço — ou mesmo algum trauma adquirido em banhos ou tosas anteriores — é importante proceder com cautela.

Por isso, procure identificar o que deixa o pet mais incomodado, ao realizar o banho e tosa. Dessa maneira, você consegue proceder com cuidado, tornando a atividade amedrontadora, para ele, em algo festivo e agradável — com carinhos e petiscos para reforçar isso.

Por ser um profissional que atende em domicílio, ou em sua casa, é possível estabelecer u relacionamento qualitativo com o animal. Use isso em seu benefício — e dos seus clientes e respectivos pets — para conquistar a confiança de todos e fortalecer a sua marca.

Quer saber, agora, como você pode ampliar o seu repertório de clientes e trabalhar os aspectos positivos do banho e tosa? Acesse o nosso site e saiba mais a respeito do Bicho Maps!

Comentários