Dicas para controlar latidos motivados por Medo, Alerta ou Território

Como vimos no artigo anterior, porque os caes latem, o primeiro passo para controlarmos o latido excessivo de um cão é descobrirmos qual a sua motivação, porque ele late. Agora daremos algumas dicas para controlar cães que latem com a aproximação de alguém por medo, alerta ou por estarem defendendo seu território de um possível invasor. Estas duas motivações são bem parecidas, pois um cão que late para defender seu território também está expressando certo medo de uma possível invasão e buscando alertar sua matilha sobre uma presença estranha.

DIMINUIR OS ESTÍMULOS Uma medida simples que pode diminuir os latidos de alerta ou territoriais de seu cão é limitar a sua capacidade de receber estímulos externos, diminuindo assim a sua motivação. Mudar a casinha do cachorro para um lugar que não tenha vista para o portão da frente, adicionar uma cobertura opaca ou uma cerca verde ao gradil da casa, fechar cortinas, usar uma maleta de transporte quando ele estiver no carro são alguns exemplos que podem ajudar a diminuir este tipo de latido.

TREINAR O COMANDO “QUIETO” Ensine ao seu cachorro que quando alguém se aproxima da porta ou passa em frente à sua casa, é permitido que ele lata até que você diga o comando “Quieto”. Permita que seu cão lata três ou quatro vezes e então diga “Quieto”.  Evite gritar, apenas diga o comando calmamente e de forma clara. Então vá até o seu cão, gentilmente segure seu focinho mantendo a sua boca fechada e repita o comando “Quieto”. Solte o focinho, afaste-se e o chame para longe da porta oferecendo um petisco. Faça o cão se sentar e só então entregue o petisco a ele.  Se ele permanecer quieto e sentado continue a dar petiscos e agradá-lo pelos próximos minutos, ou até que o motivo dos latidos tenha se afastado. Se após receber o primeiro petisco o seu cão voltar a latir, repita todo o processo desde o começo. O mesmo procedimento pode ser usado para cães que latem na rua para outras pessoas ou animais. Se segurar o focinho para fazer o seu cão entender que deve parar de latir não é uma opção ou se ele fica assustado ou agitado com essa abordagem você pode tentar outro método. Quando seu cão começar a latir aproxime-se dele, diga calmamente “Quieto” e depois obtenha o silêncio dele oferecendo vários petiscos bem pequenos, do tamanho de um grão de milho, em sequência um depois outro e mais outro. Depois de repetir esta sequência algumas vezes durante vários dias seu cão vai começar a entender o que “Quieto” significa.  Você vai saber que ele está entendendo quando ele começar a parar de latir após ouvir o comando “Quieto”. Neste momento você pode ir aumentando o intervalo entre o comando e a recompensa com petiscos.  Por exemplo: diga “Quieto” espere 2 segundos e então dê os petiscos a ele.  Depois de muitas repetições vá gradualmente aumentando o tempo de 2 para 5 segundos, depois 10, 20 e assim por diante.

DESVIAR A ATENÇÃO Se as duas técnicas acima não funcionaram para que seu cão comece a entender o significado do comando “Quieto” existe ainda um terceiro truque que podemos utilizar, distrair o cão com algum som alto como chacoalhar chaves dentro de uma lata ou bater palma e assim que ele parar de latir para prestar atenção ao barulho damos o comando “Quieto” e prosseguimos com o método anterior dando diversos petiscos em sequência. O cão deve começar a responder apenas ao comando “Quieto” depois de 10 a 20 repetições daí não precisaremos mais distraí-lo com o som alto. Se o seu cão late para outras pessoas ou animais enquanto passeia na rua, desviar a sua atenção também é uma ótima técnica para corrigir este comportamento. Neste caso devemos desviar a sua atenção mostrando petiscos em frente ao focinho e encorajá-lo a lamber e cheirar o petisco enquanto passa pelas outras pessoas ou animais. Alguns cães respondem melhor a este tipo de treinamento se comandados a sentar enquanto as pessoas passam, outros preferem seguir caminhando.  De qualquer forma lembre-se de sempre recompensar o cão quando ele decide não latir em situações em que ele normalmente o faria.

O QUE DEVEMOS EVITAR Cada cão responde melhor a uma técnica ou a outra, temos ainda algumas outras dicas que passaremos a vocês nos próximos dias, porém é importante lembrar que algumas atitudes devem ser evitadas quando um cachorro estiver latindo diante da motivação que você deseja controlar:

• Não grite com seu cão enquanto ele late, ele pode entender que você está latindo junto com ele e sentir-se mais motivado ainda;

• Não incentive ou atice seu cão enquanto ele late, levantando-se para olhar na janela ou dirigindo perguntas a ele como: “Quem está aí?” ou “Quem chegou?”;

• Não castigue seu cão por latir, se ele estiver latindo por medo isso pode traumatizar ainda mais o animal piorando o seu comportamento;

• Cuidado quando estiver treinando seu cão, nunca o recompense enquanto ele estiver latindo, sempre faça com que ele pare de latir antes de recompensá-lo (lembre-se que ao treinar o comando “Quieto” sempre fechamos a boca do cão, ou chamamos ele para perto ou ainda distraímos sua atenção antes de recompensá-lo);

• Evite ser inconsistente, sempre adote a mesma postura diante do comportamento que quer controlar. Se você ordenar que seu cão fique quieto em um momento e depois esquecer e passar a recompensá-lo por latir, enquanto brinca com seus filhos o cão ficará confuso e será mais difícil responder ao treinamento.

Comentários