Cuidados no inverno com seu pet

Cuidados no inverno com seu pet

Não somos apenas nós que ficamos mais suscetíveis a doenças e resfriados no frio: as baixas temperaturas também pode ser bastante prejudiciais para a saúde dos nossos pets. Por isso, alguns cuidados são essenciais, principalmente para animais que vivem em cidades frias e / ou que sofrem com a estiagem de inverno.

Cuide do conforto térmico do seu cão reforçando a casinha e a cama onde ele dorme

Mesmo contando com pelos fartos e uma bela camada de gordura, os pets precisam de um canto confortável e quentinho para passarem o inverno. Se a casinha do seu animal costuma ficar na área externa da casa, procure ajeitá-la em um local mais quente e protegido do frio e da chuva. Vire a entrada da casinha para que fique voltada para a parede, mas com espaço suficiente para ele entrar e sair quando quiser.

Coloque um colchão e cobertores no chão e forre a casinha com tecidos. Os pets nunca devem dormir diretamente no chão. Se esse for o caso na sua casa, providencie uma casinha ou um tablado onde a caminha possa ser colocada.

Se seu pet dorme dentro de casa, cheque se a cama e o cobertor estão em bom estado, ou adquira uma nova coberta mais quente. Algumas roupinhas especiais para pets podem ajudar bastante. No entanto, é preciso atenção: se seu pet demonstrar que não gosta de usar roupas ou que fica incomodado ou coçando-se demais, não force. Apenas camas e casas bem quentes já é o suficiente para ele buscar abrigo quando sentir necessidade.

Cuide bem da alimentação e da hidratação do seu pet durante o inverno

Pets comem bem mais comida no inverno do que no verão. Aumente a quantidade de comida ou deixe o pote sempre cheio, para que ele coma quando quiser. Também aumente a quantidade de água, uma vez que, em muitas regiões do Brasil, o inverno além de frio também é muito seco, causando desidratação.

Reveja a rotina de banhos e passeios na rua

Evite passear nos dias muito frios ou quando estiver chovendo, e tente fazer os passeios nas horas mais quentes do dia, principalmente depois do almoço.

No inverno, os banhos devem ser mais bem espaçados. Se seu pet toma banho toda semana, aumente o intervalo para de duas ou três semanas. Os banhos devem ser dados nos dias mais amenos, na hora do almoço e os com a água morna. Após finalizar o último enxague, seque bem a pelagem com uma toalha grande e depois com um secador de cabelo. Redobre a atenção para não deixar cair água nos ouvidos do pet, protegendo bem as orelhas com chumaços de algodão.

Sentiu seu pet estranho, mais sonolento, cansado, sem apetite e sem energia? Pode ser o início de um resfriado. Marque uma consulta com um veterinário o quanto antes para ver se como anda sua saúde geral.

Preocupado com a saúde do seu pet? Confira nosso post sobre a vacinação de animais de estimação e tire todas as suas dúvidas!