Boston Terrier: Absolutamente tudo sobre a raça desse cachorro

Será que o Boston Terrier é o cão certo para você? Essa raça adapta-se bem a espaços pequenos e pode ser uma boa opção para quem mora em apartamento.

Saiba tudo sobre esta raça

 

O cachorro da raça Boston Terrier é conhecido por sua cara “fofinha”. Tem as orelhas levantadas, em estado sempre de alerta. Seu focinho dá a impressão de ser sempre caído, deixando a fisionomia do cão mais encantadora.

 

Raça: Boston Terrier

 

Com relação à origem da raça, há dúvidas. Muitos dizem que o cão foi gerado pelo cruzamento de dois cães britânicos, já outros acreditam ser uma raça essencialmente americana. As suposições apontam para o cruzamento de raças como Buldogue Inglês e Francês, Pit Bull Terrier, Bull Terrier com Buldogues, White English Terrier ou Boxer.

 

Informações da raça Boston Terrier

– Altura: 38.1-43 cm

– Peso: 4.5-11.3 kg

– Porte: médio

– Padrão da Raça: CBCK

– Grupo: Grupo 9 – Classificado como Cães de Companhia

– Cores: preto e branco; marrom e branco; tigrado e branco; e avermelhado e branco (raro).

– Pelos: curtos

– Expectativa de vida: 13 a 15 anos

– Filhotes: aproximadamente 4 filhotes por ninhada

– Personalidade: Brincalhão

– Relacionamentos: Excelente

– Ambiente: Esta raça é para ficar dentro de casa, pois é bem apegada aos donos e sensível a temperaturas extremas.

 

Principais características do Boston Terrier 

 

Eles têm as orelhas bem pontudas, cabeças e olhos grandes, focinho curto e escuro. Ele se adapta facilmente, é companheiro, carinhoso, receptivo e atleta. Seu corpo é mais curto e fortinho. Adoram seus donos e são bem brincalhões. Quando irritados, não são agressivos, apenas saem de onde estão. É um cão bem família, que se dá bem com crianças, idosos, cães e visitas.

 

Doenças comuns

 

Por ser um cãozinho considerado braquicefálico, o Boston Terrier precisa de alguns cuidados. Cães como ele, que apresentam a cara achatada, deixando seu focinho mais curto, têm mais dificuldades na respiração.

 

Temperaturas de muito calor ou frio não agradam a raça. Eles roncam bastante e, por conta dos olhos mais expostos e grandes, é comum terem doenças como úlcera de córnea e catarata. Além disso, problemas na patela também são vistos com frequência. Luxação ou ruptura de ligamentos são comuns.

 

Alguns cães da raça precisam enfrentar a surdez ou problemas com a cauda. Caso ela seja para dentro ou muito enrolada, pode ocasionar infecções sérias no local, além de muita dor. É importante manter sempre limpa a área e ficar atento, pois em casos extremos é necessário amputação.

Banho e Tosa 

 

É considerada uma raça limpa, cheirosa e fácil de manter, graças ao seu pelo curto. Com relação à tosa, é necessária pouca manutenção e não são de deixarem muitos pelos espalhados pela casa.

 

É importante sempre deixar seu rosto bem limpinho, com pano umedecido e depois secá-lo.

 

Cuidados com os pelos

 

Por terem pelos curtos e finos, não há grandes problemas. Sua pelagem é mais lisinha e o único cuidado é escová-la sempre.

 Boston Terrier filhote: Como cuidar

 

Os cuidados não são muitos. Apenas não deixe ele fora de casa em temperaturas muito extremas, não fale grosso ou grite, pois ficam tristes facilmente. Dê bastante atenção e carinho, eles adoram. Além disso, a manutenção com banhos e tosa é fácil. Os pelos não dão muito problema.

Como ensinar o cachorro filhote a fazer xixi e suas necessidades no lugar certo

 Alimentação

 

Os cachorros dessa raça costumam consumir, aproximadamente, 120 a 180 g diários de ração.

 

Boston Terrier filhote: Como adestrar 

É importante adestrá-los, principalmente os machos. Eles costumam ser menos sociáveis a outros cães e são bastante territorialistas. A notícia boa é que eles aprendem rápido, adoram agradar os donos e ter atenção. São sensíveis e adoram fazer cara de triste. É importante adestrá-los com incentivos positivos ao invés de broncas severas.

Boston Terrier filhote: Preços

 

Os preços giram em torno de R$4.500 a R$7.000.

 

Comentários